CAPACITAÇÃO: MODELOS & MÉTODOS

Mapa mental máster

Controle e produtividade de acesso a muitos documentos

Suponha que você vai montar uma apresentação sobre um assunto que não domina muito. Você tem como ponto de partida um tema, e a primeira etapa então é pesquisar conteúdo relacionado ao tema. Você então procura sites e páginas específicas dos sites, livros e apostilas digitais, publicações em papel, sejam as suas próprias ou de outras bibliotecas. No fim das contas você terá uma enorme lista de referências com conteúdo de interesse ou possivelmente de interesse. Com tantas referências, você pode facilmente perder o controle e não saber precisamente o que pesquisou, o que contém o quê, e assim perder tempo e humor.

Seria interessante manter todos os elementos relacionados a um objetivo em um único local, ou pelo menos acessíveis a partir de um único local. Sendo muitos os elementos, também é interessante tê-los organizados - classificados, agrupados -, assim como uma estante tem seções por assunto e um armário de roupas é organizado em calças, camisas, roupas íntimas e assim por diante.

Quando você consegue guardar tudo na cabeça - estavelmente -, não precisa de apoio externo. Quando não for o caso, uma primeira opção para lidar com o problema de excesso de elementos é usar os favoritos do navegador. Mas esta opção lhe limita as referências a elementos digitais e não permite  detalhamento.

Uma outra opção é usar um mapa mental para organizar, controlar e a acessar rapidamente as referências da pesquisa, o chamado mapa mental máster. Este artigo descreve esse tipo de mapa mental, seus usos tipicos e os recursos do EasyMapper para elaborá-los, começando pelos fundamentos: hiperlinks.

Hiperlinks

Exemplos

Recursos do EasyMapper

Conclusão

Hiperlinks

O recurso de hiperlinks em mapas mentais é semelhante ao do Word ou do Outlook: um hiperlink é um elemento que quando clicado – aberto – lhe conduz a outro documento. A diferença no caso de mapas mentais é que um hiperlink fica sempre dentro de um tópico.

Veja a seguir um mapa mental do EasyMapper com vários tipos de hiperlinks. Os ícones podem ser diferentes em cada computador, porque são obtidos pelo programa no sistema operacional.
 

Uma vez que haja um hiperlink, o documento correspondente pode ser aberto diretamente. No EasyMapper, você clica no ícone do hiperlink ou seleciona o tópico e tecla F6.

Exemplos

Apresentação

Suponha que você vai planejar, elaborar e ministrar uma palestra sobre liderança, como atividade de um curso que está fazendo. Você está no seguinte ponto:

- Uma rápida pesquisa inicial já encontrou a seção Liderança do site Possibilidades e o site da LeaderShip University.

- Você tem dois livros do Gerente-Minuto e sabe de um outro, 21 Irrefutáveis Leis da Liderança, que pretende obter.

- O curso tem uma apostila digital e você obteve um outro livro digital sobre o tema.

- Para ministrar a palestra, você pretende elaborar uma apresentação do PowerPoint e uma ficha de feedback a ser usada no final da apresentação.

- Você está trabalhando a seqüência da palestra em um mapa mental, que você chama de roteiro.

Um mapa mental máster para essa apresentação poderia ficar como na figura. Note que o nível 1 é organizador, bem como alguns dos níveis abaixo (como o tópico "Publicações/Tenho").

O mapa mental é o ponto central de acesso ao que estiver ligado à apresentação. Se você estiver lidando com conteúdo, acessa os sites ou os e-books selecionando o tópico e comandando a abertura do hiperlink. Se quiser editar o arquivo da apresentação ou o DOC da ficha, faz o mesmo. E ainda pode inserir como subtópicos lembretes do que tem a fazer em cada um. No caso, o tópico com fundo amarelo lembra que a próxima atividade relacionada à apostila é fazer um mapa mental do conteúdo. Quando o arquivo for criado, naturalmente o lembrete se tornará um hiperlink.

Note o efeito do mapa mental máster no seu pensamento. Quando você pensar na apresentação, a primeira coisa que virá é o mapa mental, que servirá de guia para você se lembrar dos elementos relacionados à apresentação. Você pode se esquecer de detalhes, mas certamente vai se lembrar da estrutura e no geral de muito mais do que se lembraria sem esse elemento de integração.

Planejamento pessoal

O mapa mental abaixo contém alguns elementos do planejamento de uma pessoa - vamos chamá-la de José Maria - que cuida de uma casa, estuda e tem um carro. Os tópicos contém tarefas, lembretes ou hiperlinks para outros documentos.

Por exemplo, José Maria faz compras, e para organizar isso mantém uma lista de compras em forma de mapa mental (tópico Casa/Lista de compras).

José Maria tem uma assistente doméstica que é boa de serviço mas costuma esquecer algumas coisas. José Maria então começou a fazer um mapa mental com esses itens - um checklist ou lista de verificação (tópico Casa/Checklist Ormezinda). Quando terminar, pretende imprimi-lo e pregar o papel na porta da saída, esperando que sua empregada não consiga deixar de ver o papel.

José Maria também estuda, e tem a disciplina Física. Uma das tarefas da disciplina é elaborar um trabalho. José Maria já criou o arquivo do Word para o trabalho e pesquisou dois sites; nesse mapa mental de planejamento ele mantém um tópico com um hiperlink para o doc e para os sites (tópico Escola/Trabalho Física). No caso do site Adoro Física, ele já viu algo interessante e registrou um lembrete como subtópico.

José Maria também registrou tarefas relacionadas ao seu carro e também sites sobre sua ídola maior, Gisèle Bündchen.

Note que, quando José Maria quer lembrar das tarefas e acessar documentos ligados a suas responsabilidades, ele tem um só ponto de referência: o seu mapa mental de planejamento. Abrindo este, todos os documentos em uso se tornam acessíveis. José Maria desta forma nunca perde tempo procurando arquivos - e nunca os perde absolutamente, exceto é claro quando move os arquivos e não atualiza o mapa mental.

 

Você pode notar que um mapa mental máster de fato é também organizador: um local central para registro de elementos relacionados, no caso as atividades de uma pessoa e os produtos que serão gerados.

Recursos do EasyMapper

Hiperlinks

O que você pode esperar de qualquer programa de mapas mentais é que permita inserir, abrir e excluir hiperlinks. No EasyMapper você pode também ver o texto do hiperlink sem editá-lo, colocando o cursor do mouse sobre o ícone do hiperlink.

O EasyMapper tem outra opção, aplicável a todo o mapa mental. Às vezes você vai imprimir ou gerar uma imagem do mapa mental e não precisa de ícones; você pode ocultá-los, fazer o que precisa e depois reexibi-los.

O mapa mental abaixo contém essas ações e seus controles. Um ícone junto a uma tecla indica um botão na barra de ferramentas. Outros controles estão disponíveis no menu popup de tópico (o do botão direito).

Quando o mapa mental fica grande

Muitas vezes uma parte do mapa mental máster fica grande, a ponto de justificar a criação de um mapa mental para essa parte, o que é chamado de particionamento físico. Sobre isto, veja Opções para lidar com mapas mentais grandes.

Conclusão

Usar mapas mentais como ponto central de acesso a documentos relacionados aumenta a organização e a produtividade de localização e acesso aos documentos, e ainda elimina a perda de tempo com buscas. Mapas mentais também permitem anotações informativas ou de controle, sendo aplicáveis a planejamentos pessoais não muito complexos.


 

 

 

   HOME    RECURSOS     DEPOIMENTOS     DOWNLOAD     CAPACITAÇÃO     LICENCIAR

© 2008-2015 Virgílio Vasconcelos Vilela